Void Podcast #011 – Prestígio pouco é bobagem!

Olá desenvolvedores, designers, analistas, arquitetos, DBAs (até quando?!) e loucos em geral!

Bem-vindos ao Void Podcast. Trata-se de uma conversa, de três bons amigos (e convidados irregulares), em clima de bar, sobre (quase) qualquer assunto.

Dessa vez, ouça uma discussão acalorada, cheia de IMHOs, sobre o (baixo) prestígio de tecnologias classudas (?!). Tudo gravado em um famoso café que vende uma bebida chamada Java (com gosto duvidoso, segundo o Elemar), rodeada por loucos gritando para garantir a captação do áudio e assustar os outros frequentadores do “estabelecimento”.

Esse void foi gravado nos dias do TechEd, sob risco de explosão causada por gases (do subsolo do Center Norte, segundo o defensivo Leandro) depois de um almoço tecno-nerd semi-vegetariano (por causa do arrobinha) e de uma visita inusitada, com fotos de propósitos suspeitos, a uma loja de brinquedos.

Nessa edição, o (gerente) Leandro Daniel (@leandronet), o (turista) Elemar Jr (@elemarjr) e o (Power Ranger) Arrobinha (vulgo @vquaiato) recebem convidados (inesperados) igualmente desprovidos de prestígio. São eles: o F# man (carioca e fluminense) Rodrigo Vidal (@rodrigovidal) e o (não era Victor?!) Breno Ferreira (@breno_ferreira).

Ouça, comente, participe! Na dúvida, vá de taxi!


Ouça


Download

VoidPodcast011 – Tecnologias de baixo prestigio (68,4 MB)

Links

VoidEspecial

fotoListaVoid

Anúncios

34 respostas em “Void Podcast #011 – Prestígio pouco é bobagem!

  1. Muito legal o podcast, ao vivo é mais emocionante e interativo.

    Concordei na maioria das vezes com o Leandro e o Elemar.

    1.Paradox – Já teve muito prestígio, hoje não tem mais.
    2.VB.Net – Já teve muito prestígio, hoje nem tanto, mas ainda tem um pouco.
    3.F# – Nunca teve prestígio e não sei se terá. Muito baixo o número de interessados nesta linguagem.
    4.TFS – Tem prestigio, dentre as plataformas pagas, é a que mais tem prestígio. Não é somente local Ex.: codeplex.com
    5.Wpf – Não tem prestígio
    6.Sharepoint – Tem prestígio, inúmeras empresas que não são da área de TI utilizam o Sharepoint como ferramenta de colaboração.
    7.Silverlight – Não tem prestígio, mas teria potencial para ter. Concordo com o que foi dito, falha no mercado.
    8.WebMatrix – Não tem prestígio
    9.Powershell – Tem prestígio
    10.Metro – Não tem prestígio ainda, mas tem potencial tbm.
    11.Lightswitch – Não tem prestígio, mas com a possibilidade de publicar no Azure, poderá vir a ter.

    Um abraço

      • Tens razão Rodrigo e nem discordo da qualidade que você cita. Porém, acho que dentre os desenvolvedores eu estimo que 15% se interessa por linguagem funcional como F#, estou falando sem saber, sem fonte alguma, mas é a percepção que eu tenho, por isso acho sem prestígio. Se tiveres algo que demonstre o contrário por favor, compartilhe conosco.

        Um abraço e parabéns pela participação no Void.

  2. Abigos

    Gostaria de sugerir um tema; ainda não ouvi todos os void’s e posso infelizmente estar sugerindo um tema já debatido, se for o caso favor desconsiderar a sugestão 🙂

    Recentemente aqui no trabalho me foi pedido para elaborar um “micro projeto”, mas as coisas ainda estão um pouco nebulosas e em estágio embrionário; mas foram enfáticos em afirmar que É MUITO IMPORTANTE “acertar de primeira” e desenvolver algo que não precise sofrer modificações no futuro.

    Contra argumentei que software é evolução, muda todo dia, toda hora e o pedido deles sequer faz sentido, e eis que fui surpreendido com a resposta de que com os recursos/frameworks atuais como EF, MVC, DDD, TDD, Whatever dá sim pra acertar de primeira e prever (quase) todos os problemas possíveis! #tenso #tremei

    Acho que vou pedir as contas!

    Por alguma razão as pessoas de certa formam imaginam que otimizações e abstrações prematuras vão impedir que problemas ocorram no futuro!

    Resumindo meu desabafo 🙂

    Otimização/abstração prematura podem ser a raiz de todo mal e isso (IMHO) pode ser um tema legal

    parabéns pelo trabalho aí no “vóide”

    • Cara se o problema for muito, mas muito bem compreendido e tiver seus limites muito, mas muito bem definidos é possível fazer um esforço para “não fracassar miseravelmente”. Mas obter sucesso de primeira… sorry nem os big player bom big millions of dinheiros conseguem.

      Vamos pensar no tema, que eu nem sei se você disse qual era 😛

      • 😀

        A sugestão de tema é a seguinte:
        Otimização/abstração prematura podem ser a raiz de todo mal?

        E esses casos onde o problema e seus limites são tão bem definidos, principalmente nos estágios iniciais são raríssimos, exceto talvez em projetos experimentais e para fins de estudo ou casos onde se precisa apenas de um CRUD.

  3. Nota mental:
    Terça-feira a tarde, com tempo pra chover, ainda suspirando de ter visto tanta gnt da comunidade no TechEd e CZ, é bem massa ouvir VoidPodCast. Nesse papo de buteco, com um assunto viciante: Tecnologia.

  4. Só não concordo com a terminologia de que VB é linguagem de criança.

    Quanto ao prestígio, de fato, VB não tem mais nenhum. Mas tecnicamente acho uma linguagem tão boa quanto o C# por exemplo.

  5. Olá

    Primeiro parabéns pelo voidpodcast.
    Creio que até o momento, eu sou o ouvinte mais distante:
    Trois-Rivières, Québec, Canada (à ~8000 km do Brasil/SP)

    Apesar de ter usado o VB (inclusiive VB3.0) por mais de 10 anos (sim, minha divida técnica é impagavel) concordo que hoje é uma linguagem sem prestigio. Mesmo que digam que o resultado compilado é o mesmo (ou quase o mesmo) o resultado estético da linguagem é diferente. O código VB é feio pra caramba perto do C#.

    Quanto ao Paradox, o prestigio tenha sido causado pelo Delphi, já que era a base Nativa desta linguagem. Como DB não era melhor que DBase ou FoxPro…

    O Delphi perdeu prestigio e o Paradox foi pro mesmo buraco.

    Comentando rapidamente os podcasts anteriores (fiz o dever de casa e ouvi todos os outros), como moderador do Forum MSDN, concordo com o que foi dito no podcast sobre comunidades. O “Lazy” é figura recorrente. Tenho uma lista de pérolas de posts que as vezes não sei se choro ou dou risada. A maioria das dúvidas poderiam ser respondidas com o “lmgtfy”, mas que por educação eu respondo de uma forma mais aproriada (mas que dá vontade, isso dá…)

    Sobre o mercado, o Canada esta vivendo hoje uma penúria de mão de obra em quase todas as áreas e TI (todos os setores) não é uma excessão. A tendencia é piorar porque cerca de 1/3 da força de trabalho vai se aposentar à partir do ano que vem (os “Babyboomers” chegaram aos 65 anos, noticiam os jornais daqui) e um blackout esta sendo previsto para 2014. Pra piorar a situação TI não é a primeira escolha (nem segunda, nem terceira, etc..) da maioria dos jovens daqui. O mercado, hoje, está encontrando esses professionais na mão de obra imigrante, mas isso é uma longa conversa que eu não vou postar colocar aqui…

    Mais uma vez, parabéns pelo VOID e aguardo os próximos.

    Abraços,

    William John Adam Trindade
    Trois-Rivières, Québec, Canada

    P.S.: Aproveitem o verão que está por vir aí no Brasil, pois o nosso acabou. Os patos já foram embora, as folhas estão caindo e no fim do mês começa a nevar e só vai parar em março de 2012 🙂

  6. Gostei muito do Void e pra gente noob como eu deu pra ouvir um pouco sobre estas outras tecnologias…

    Mas uma coisa…
    Aqui onde trabalho caí num projeto que já usa WPF faz um tempo e obviamente tive que aprender, gostei do que vi, do que li e estou gostando de usar.

    Por quê então ela não tem prestígio algum? Acho que foi um dos poucos consensos no podcast, o que não levou ninguém a dar detalhes e eu fique boiando 😛

    No mais, gratz!

    Ps: As edições desde o 09 estão ficando show 😀

  7. Pingback: C++ 101 – Parte 5 – Arrays e o Crivo de Eratóstenes « Elemar DEV

  8. Pingback: egomesbrandao, blog » O prestígio do VB

  9. Eu não sou developer, mais sim de infra, gosto de ouvir os pods de vocês porque vocês tambem abordam temas que não são só de dev, Ah sou do interior de Rondônia, de Ariquemes. O Cleyton Ferrari ta fazendo maior propaganda de vocês aqui, estão de parabéns pelos pods.

  10. Sou um “ouvicast” novo do Void e estou gostando muito, e gostaria de parabeniza-los pelo excelente trabalho. É muita rizada e informação, bem legal.

    Pegando o gancho de que foi falado sobre Silverlight(sem entrar no merito do prestigio) de que existem rumores sobre sua morte (entendo que neste caso o assassino seria a própria Microsoft ou dos MVPs). Eu estava vendo como é o desenvolvimento para o novo Windows Phone, e este é desenvolvido utilizando Silverlight(para aplicativos) e XNA(para jogos). Será que mesmo assim a informação procede de a Microsoft pretende acabar com o Silverlight? ou seja, focar o desenvolvimento dos aplicativos do seu novo produto em uma tecnologia que ela não acredita? Acho improvável.

  11. Pingback: Void Podcast: episódios #009 ao #012 disponíveis! | Leandro Daniel

  12. Pingback: C++ 101 – Parte 5 – Arrays e o Crivo de Eratóstenes | Elemar JR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s